Narcisismo

O narcisismo tem o seu nome derivado de Narciso, e ambos derivam da palavra grega narke, entorpecido, de onde também vem a palavra narcótico.

Assim, para os gregos, Narciso simbolizava a vaidade e a insensibilidade, visto que ele era emocionalmente entorpecido às solicitações daqueles que se apaixonaram pela sua beleza.

A parábola de Narciso tem sido uma grande fonte de inspiração para os artistas há pelo menos dois mil anos, começando com o poeta romano Ovídeo (Metamorfoses). Isto foi seguido em séculos mais recentes por outros poetas como John Keats, e pintores (Caravaggio, Poussin e Waterhouse).

Na música brasileira, Caetano Veloso utiliza o mito de Narciso na letra de Sampa, onde pretende explicar o que lhe ocorreu quando diante de São Paulo pela primeira vez:

“[…] Quando eu te encarei frente a frente, não vi o meu rosto.  Chamei de mau gosto o que vi de mau gosto o mau gosto.  É que Narciso acha feio o que não é espelho […]”

Narciso - Poussin

Narciso - Poussin

« Older entries

%d blogueiros gostam disto: