APOLO e DAFNE

apolo03 dafneAmou a ninfa Dafne, filha do deus-rio Peneu, na Tessália.

Esse amor lhe fora instilado por Eros, de que o deus gracejava.

É que Apolo, julgando que o arco e a flecha eram atributos seus, certamente considerava que as flechas do filho de Afrodite não passavam de brincadeira.

Acontece que Eros possuía na aljavra a flecha que inspira amor e a que provoca aversão.

Para se vingar do filho de Zeus, feriu-lhe o coração com a flecha do amor e a Dafne com a da repulsa e indiferença.

Apolo e Dafne - Waterhouse

Apolo e Dafne - Waterhouse

Foi assim que, apesar da beleza de Apolo, a ninfa não lhe correspondeu aos desejos, mas, ao revés, fugiu para as montanhas.

O deus a perseguiu e, quando viu que ia ser alcançada por ele, pediu a seu pai Peneu que a metamorfoseasse.

O deus-rio atendeu-lhe as súplicas e transformou-a em um loureiro, a árvore predileta de Apolo.

Apolo e Dafne - Poussin

Apolo e Dafne - Poussin

 

%d blogueiros gostam disto: