Hefesto (Vulcano)

hefesto

Deus do fogo, filho de Zeus e Hera.

Trabalhava admiravelmente os metais e construiu inúmeros palácios de bronze, além da esplêndida armadura de Aquiles e o cetro e a égide de Zeus.

Segundo uma tradição, nasceu coxo, pelo que sua mãe lançou-o do alto do monte Olimpo, e foi recolhido por Tétis e Eurínome, com as quais permaneceu durante nove anos.

Voltando ao Olimpo, ao defender Hera contra Zeus, este atirou-o do céu e, precipitando durante um dia inteiro, caiu na ilha de Lemos.

Suas forjas, com vinte foles, foram depois do Olimpo colocadas no Etna, onde tinha os Ciclopes como companheiros de trabalho.

Das suas forjas saiu a primeira mulher mortal, Pandora, em quem os deuses infundiram vida.

O deus das forjas teve um nascimento bastante complicado.  Hera, por cólera e desafio, gerou sozinha o filho.

A cólera da deusa e o desafio ao esposo se deveram ao nascimento de Atena, que saiu da cabeça de Zeus, sem o concurso de Hera.

Para vingar-se da mãe, fabricou e enviou-lhe um presente magnífico: um trono de ouro, delicado e artisticamente cinzelado. Ao recebê-lo, Hera ficou estupefata: jamais vira coisa tão rica e tão bela, mas, ao sentar-se nele, ficou presa, sem que nenhum dos deuses pudesse libertá-la, porque só o ourives divino conhecia o segredo.

Foi necessário enviar Dionisio, para levá-lo de volta ao Olimpo.

O deus do êxtase e do entusiasmo embriagou Hefesto e, assim, foi possível guiá-lo até a mansão divina.

Para Tétis, a quem era imensamente grato, fabricou jóias preciosas e forjou, a pedido desta, novas armas para Aquiles.

A obra-prima do coxo genial, porém foi a criação da primeira mulher. Por solicitação de Zeus, Hefesto modelou em argila uma mulher ideal, fascinante, a irresistível Pandora. Não a modelou apenas, foi além do artista: animou-a com um sopro divino.

Hefesto, fisicamente um mutilado, só teve por mulheres, grandes belezas. Zeus, para compensar tudo, deu-lhe em casamento a própria beleza, a deusa do amor, Afrodite.

hefesto02 com afrodite

Os antigos já reconheciam no coxar do deus o movimento vacilante da chama ou o ziguezague do raio, pois que o ourives divino personifica o fogo, não o celeste, mas o telúrico, cujo principal centro estava localizado na ilha de Lemnos. Nas profundezas da ilha se localizavam suas forjas e bigornas, antes de serem transferidas para o monte Etna e para o Olimpo.

hefesto02 com afrodite2Coxo, deformado, desprezado pelo pai e pela mãe, desposou Afrodite, a mais bela das deusas, que o traiu com Ares e vários outros deuses e até com mortais.

Mestre consumado nas artes do fogo, governou soberano o mundo das forjas e dos ourives. Artista incomparável, modelou e fabricou as armas dos deuses e dos heróis.

Para as deusas e as mais belas mulheres, o ourives do Olimpo confeccionou as mais lindas e preciosas jóias: broches, braceletes, colares, fechaduras secretas.

Combatia com chamas, com metais em fusão e com barras incandescentes.

Deus da metalurgia, foi o rei dos vulcões, onde se localizavam suas forjas.

Abriu a cabeça de Zeus, a fim de que nascesse Atena.

1 Comentário

  1. loreniinha said,

    6 de outubro de 2009 às 12:33 PM

    adoei d+ esse comen´tário sobre vulcano ….


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: