EROS (Cupido)

ErosPersonificado, é o deus do amor.

O mais belo entre os deuses imortais, Eros transtorna o juízo dos deuses e dos homens.

Dotado de uma natureza mutável, o mito do deus do amor evoluiu muito, desde a era arcaica até a época alexandrina e romana, isto é, do século IX a.C., ao século VI d.C.

Nas mais antigas teogonias, como se vê em Hesíodo, Caos e Nix (noite) estão na origem do mundo. eros10Nix põe um ovo, de que nasce Eros, enquanto Urano e Gaia se formam das duas metades da casca partida.

Eros, no entanto, apesar de suas múltiplas genealogias, permanecerá sempre, mesmo à época de seus disfarces e novas indumentárias da época alexandrina, a força fundamental do mundo.

Garante não apenas a continuidade das espécies, mas a coesão interna do cosmo.

Foi exatamente sobre este tema que se desenvolveram inúmeras especulações de poetas, filósofos e mitólogos.

Cronus (Tempo) corta as asas de Cupido - Mignard

 

Venus e Eros - Boucher

Venus e Eros - Boucher

Para Platão, Eros é um Demônio, um intermediário entre os deuses e os homens (não do sentido pejorativo de Diabo, para os gregos, “daimónion” eram seres semideuses que vagavem entre deuses e homens, sendo como os anjos são para os cristãos hoje).

Como o deus do amor está a meia distância entre uns e outros, ele preenche o vazio, tornando-se assim, o elo que une o Todo a si mesmo.

Segundo outra versão, Eros foi concebido da união de Póros (expediente) e de Penia (Pobreza), no jardim dos deuses, após um grande banquete, em que se celebrava o nascimento de Afrodite.

Em face desse parentesco tão díspar, Eros tem caracteres bem definidos e significativos: sempre em busca de seu objeto, como Pobreza e carência, sabe, todavia, arquitetar um plano, como Expediente, para atingir o objetivo, a plenitude.  

Assim, longe de ser um deus todo-poderoso, Eros é uma força, uma

Venus e Cupido - Boucher

Venus e Cupido - Boucher

energia, perpetuamente insatisfeito e inquieto: uma carência sempre em busca de uma plenitude. Um Sujeito em busca do Objeto.Aos poucos, sob a influência da poesia, Eros se fixou e tomou sua fisionomia tradicional. Passou a ser apresentado como um garotinho louro, normalmente com asas. Sob a máscara de um menino inocente e travesso, que jamais cresceu (afinal a idade da razão, o lógos, é incompatível com o amor), esconde-se um deus perigoso, sempre pronto a traspassar com suas flechas certeiras, envenenadas de amor e paixão, o fígado e o coração de suas vítimas.

O fato de Eros ser uma criança, simboliza, sem dúvida, a eterna juventude de um amor profundo, mas também uma certa irresponsabilidade.

Em todas as culturas, a aljava, o arco, as flechas, a tocha, os olhos vendados significam que o Amor se diverte com as pessoas de que se apossa e domina, mesmo sem vê-las (o amor é cego), ferindo-as e inflamando-lhes o coração.

Venus e Amor - Holbein

Venus e Amor - Holbein

Eros traduz a união dos opostos. O Amor é a pulsão fundamental do ser, a libido, que impele toda existência a se realizar na ação.

É ele que atualiza as virtualidades do ser, mas essa passagem ao ato, só se concretiza mediante o contato com o outro, através de uma série de trocas materiais, espirituais, sensíveis, o que fatalmente provoca choques e comoções.

Eros procura superar esses antagonismos, assimilando forças diferentes e contrárias, integrando-as numa só e mesma unidade.

Do ponto de vista cósmico, o Amor é a força, a alavanca que canaliza o retorno à unidade; é a reintegração do universo, marcada pela passagem da unidade inconsciente do Caos primitivo à unidade consciente da ordem definitiva.

Venus e Cupido - Velásquez

Venus e Cupido - Velásquez

Anúncios

2 Comentários

  1. Lucas C. said,

    28 de maio de 2009 às 1:08 AM

    Blog bem interessante. Mas, ignorando o post, eu acho as mitologias Nódica e Japonesa mais interessantes.

  2. sabrina said,

    17 de outubro de 2009 às 6:17 PM

    que p—– gggoooosssssttttttoooooossssssoooooo


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: