APOLO e as Musas

Também as Musas não escaparam aos seus encantos.

Com Talia foi pai dos Coribantes, demônios do cortejo de Dionísio.

Com Urânia gerou o músico Lino e com Calíope teve o músico, poeta e cantor, Orfeu.

Seus amores com a ninfa Corônis, de que nasceu Asclépio, terminaram tragicamente para ambos: a ninfa foi assassinada e o deus sol foi exilado em Feres, na corte do rei Admeto, a quem serviu como pastor, durante um ano.

Com Marpessa, filha de Eveno e noiva do herói Idas, o deus igualmente nao foi feliz. Apolo a desejava, mas o noivo a raptou num carro alado, presente de Poseidom, levando-a para Messena, sua pátria. Lá, o deus e o mais forte e corajoso dos homens se defrontaram. Zeus interveio, separou os dois contendores e concedeu à filha de Eveno o privilégio de escolher aquele que desejasse. Marpessa, temendo que Apolo, enternamente jovem, a abandonasse na velhice, preferiu o mortal Idas.

Com a filha de Príamo, Cassandra, o fracasso foi ainda mais acentuado. Enamorado da jovem troiana, concedeu-lhe o dom da profecia, desde que a linda jovem se entregasse a ele. Recebido o poder de profetizar, Cassandra se negou a satisfazer-lhe os desejos. Não podendo tirar o dom divinatório, Apolo cuspiu-lhe na boca e tirou-lhe a credibilidade: tudo que Cassandra dizia era verídico, mas ninguém dava crédito às suas palavras.

ApolloMusesBatoni

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: